10 itens por menos de 100 #32: Dia das Mães

 

Daqui a três semanas é um dia muito especial: é Dia das Mães! Dizem que mãe é tudo igual, só muda de endereço… Mas não é bem assim não. Cada mãe tem seu estilo, sua personalidade e algo de especial que é só dela.

Eu adoro dar presentes e já escolhi o da minha mãe. Ela é minha melhor amiga, é a pessoa para quem eu conto tudo e quem me dá os melhores conselhos – sempre. Então, mesmo que algo material não demonstre 1% do amor que eu sinto por ela, gosto de fazer esse mimo.

Hoje, trago aqui 10 dicas do que você pode dar pra sua e, como de costume, tudo por menos de R$100. 🙂

diadasmaes

  1. Botões de rosa, Kopenhagen – R$29,90
  2. Caneca com infusor, Uatt? – R$69,90
  3. Porta joias, Tok Stok – R$45,21
  4. Brincos, Sollas – R$45
  5. Carteira, Via Mia – R$89
  6. Anel, Luiza Dias 111 – R$40
  7. Pantufas, Imaginarium – R$54,90
  8. Blusa, MyBasic – R$98
  9. Copo de cerveja, Uatt? – R$45,90
  10. Luminária, Imaginarium – R$79,90

Anúncios

O que significa “ter estilo”?

Vamos bater um papo? Ontem eu estava no Instagram e vi uma publicação que dizia “copie o estilo de [nome da pessoa]” e isso me fez pensar um pouco. Como assim copiar o estilo? Se você copia o estilo de alguém, automaticamente você não tem estilo nenhum, certo? Então, já pra começar, se em algum momento aqui no blog eu falei de copiar estilo, me enganei profundamente no uso da palavra, porque o que eu quero trazer aqui são inspirações.

Se inspirar no estilo de alguém é completamente diferente de copiar. É como estamos fazendo aqui com os posts da década de 1960: não é pra ninguém sair comprando todas as peças iguais as que a Audrey Hepburn usava, mas sim usá-las como inspiração para o seu dia a dia e acrescentar a própria personalidade. E é esse o ponto que eu quero chegar: sua personalidade é que vai ditar seu estilo. Seus gostos pessoais, suas referências, sua história. Por isso não tem como copiar o estilo de ninguém. Ou você tem o seu ou não tem.

Vale uma observação aqui: copiar look não é a mesma coisa. Às vezes aquele look tem tudo a ver com você!

Então, vamos descobrir nossos próprios estilos!

Inspiração vintage: anos 60 (parte 1)

A década de 1960 nos deu divas fashion inspiradoras que marcaram a história. Audrey Hepburn, Grace Kelly, Brigitte Bardot e Marilyn Monroe são só alguns nomes que podem vir à cabeça. Lindas e com muito estilo, até hoje elas são referências quando se trata de moda.

Aqui no blog teremos uma série de posts falando e mostrando o estilo dessas mulheres e trazendo inspirações para nossos visuais do dia a dia. Hoje, vamos começar falando de camisas.

PhotoGrid_1490548056869

A camisa social pode muito bem ser usada tanto no trabalho como num passeio, tudo é questão de adequação. Combinada com shorts ou uma saia despojada, fica com um ar mais leve. Já com calça, a pegada é mais formal.

Como as fotos mostram, a moda da época (que voltou) era usar cós alto. Nada daquelas calças e shorts baixíssimos dos anos 90/2000. E, convenhamos: o caimento é muito melhor e mais confortável.

Trazendo isso para 2017

PhotoGrid_1490632738364

Para modernizar o look vintage, aposte em:

  • Estampas (como uma camisa xadrez)
  • Sapatos como botinhas e tênis
  • Cores vivas
  • Maxi acessórios

Camisa + saia = versatilidade

A saia é uma peça ótima, porque pode passear entre o ambiente de trabalho e a casualidade muito facilmente. No frio, a meia calça ajuda e ainda dá um charme pro visual.

Tá pensando que acabou por aqui? Ainda vai ter post de look do dia com essas dicas! Não percam!

Resenha: CC Cream Clinique

Eu a-do-ro experimentar produtos novos, principalmente quando o resultado é bom, hehe. E o que eu trago aqui hoje é bom mesmo!

e0e361f8-6959-49ca-a9c8-fddfea28e93d__clinique-moisture_surge_cc_cream_angled_int-v2-newicon_500px

Eu ganhei uma miniatura do CC Cream Moisture Surge, da Clinique e ele realmente me impressionou.

Pra começar, vamos falar um pouquinho da proposta dele? Além de deixar a pele uniforme, ele hidrata e a protege do sol com FPS 30. Diferente do CC Cream City Miracle, da Lancôme, o da Clinique possui cinco tonalidades diferentes: lightlight mediummediummedium deepdeep. Como o meu foi um presentinho por outras compras, veio light medium – eu escolheria o light. Mesmo assim, a cor se adaptou bem à minha pele.

Na hora de aplicar, precisei usar um pincel de base, porque a textura é um pouco pesada, mas depois disso a cobertura fica bem leve e natural, ideal para o dia a dia. O resultado é uma pele bem mais uniforme e bonita.

Aprovado e indicado!

Pat Pat’s para C&A

Com peças que podem chegar a até R$6990,00, mais uma marca chega a preços mais acessíveis com uma coleção para a C&A: a Pat Pat’s.

Captura de Tela 2017-03-11 às 15.00.57

A Pat Pat’s é a marca de Andrea Viera, filha da consagrada estilista Patricia Vieira. Assim como a grife homônima da mãe, a de Andrea possui muitas peças em couro (principalmente jaquetas). Para a C&A, ela traz o estilo divertido, as franjas, os recortes diferenciados e bastante brilho, característicos da Pat Pat’s.

Continuar lendo “Pat Pat’s para C&A”