Conto de fadas da realidade

Quem nunca sonhou em ser uma princesa? Ou brincou na infância imitando ser a sua preferida? Essa onda de princesas da Disney está em alta. Através de refilmagens de filmes para adultos, pinturas ou até coleções de bonecas, esse mundo mágico voltou marcando território, provando que veio pra ficar (e por um bom tempo!).

Então, nós aqui do blog resolvemos trazer para você, algumas dicas de beleza e moda inspiradas nas princesas, assim, você poderá seguir os passos para ficar ainda mais próxima da sua preferida. Que tal?

Hoje irei falar sobre a Cinderela. Trazendo o visual dela para o século XXI, desenvolvi uma releitura do que usar para se espelhar nela:

18090870_1554678364564958_980313133_o
1. Coloquei uma choker em azul escuro com brilho, parecida com a dela. A choker é uma peça que está super em alta, e como podemos ver, a fada madrinha já sabia dessa tendência quando produziu nossa amiga Cinderela!

2. Procure um blazer mais vintage, com ombreiras, ou uma blusinha romântica, fica perfeito!

Também criei um look festa, anos 60, bem caracterizado na princesa: all blue!

18111040_1554678421231619_1900773029_o

3. Sobre o penteado, não tem muito mistério: apenas faça um coque alto e desconstruído para modernizar e capriche no spray fixador para segurar o dia todo.

4. Já a make, a mais básica possível: corretivo, batom e blush em tons rosados e bastante rímel.

E pronto! Um look inspiração Cinderela bem moderno, mas mantendo sempre aquela pitada de retrô.

As circunstâncias da vida nos fazem desacreditar de princesas, sonhos e finais felizes para sempre. Não necessariamente precisamos abdicar de todas essas “ingenuidades”; talvez se deixar levar um pouco nessas levezas, nos faça entender o real sentido dessas tais circunstâncias. Tenha seu dia de princesa, continue cultivando seus sonhos e fazendo por onde para que eles aconteçam, e finais felizes para sempre? Cada dia seu terminou com um final, qual será o seu de hoje? 😉

1. Choker: minha marca de acessórios @mimocetim
2. Blusa: Blessed ateliê / Saia: Zara
3. Spray fixador: Aspa / batom: balm stain Revlon – (www.tonicha.com.br)

Espero que tenham gostado e fiquem ligados para a próxima princesa que será inspirada! Beijo beijo e até a próxima ♡.

Anúncios

Inspiração vintage: anos 60 (parte 1)

A década de 1960 nos deu divas fashion inspiradoras que marcaram a história. Audrey Hepburn, Grace Kelly, Brigitte Bardot e Marilyn Monroe são só alguns nomes que podem vir à cabeça. Lindas e com muito estilo, até hoje elas são referências quando se trata de moda.

Aqui no blog teremos uma série de posts falando e mostrando o estilo dessas mulheres e trazendo inspirações para nossos visuais do dia a dia. Hoje, vamos começar falando de camisas.

PhotoGrid_1490548056869

A camisa social pode muito bem ser usada tanto no trabalho como num passeio, tudo é questão de adequação. Combinada com shorts ou uma saia despojada, fica com um ar mais leve. Já com calça, a pegada é mais formal.

Como as fotos mostram, a moda da época (que voltou) era usar cós alto. Nada daquelas calças e shorts baixíssimos dos anos 90/2000. E, convenhamos: o caimento é muito melhor e mais confortável.

Trazendo isso para 2017

PhotoGrid_1490632738364

Para modernizar o look vintage, aposte em:

  • Estampas (como uma camisa xadrez)
  • Sapatos como botinhas e tênis
  • Cores vivas
  • Maxi acessórios

Camisa + saia = versatilidade

A saia é uma peça ótima, porque pode passear entre o ambiente de trabalho e a casualidade muito facilmente. No frio, a meia calça ajuda e ainda dá um charme pro visual.

Tá pensando que acabou por aqui? Ainda vai ter post de look do dia com essas dicas! Não percam!

Unissex

Achei aqui em casa um livro de 1957, que fala a respeito de uma menina que não concordava com o lugar da mulher na antiga sociedade. Ela questionava o seu papel diário dentro de casa, questionava a restrição de determinados livros e músicas, questionava a vestimenta.

Conforme o passar do tempo, a mulher foi mudando suas vestes com o objetivo de revolucionar, se descobrir e provar para o mundo que tudo muda (inclusive ela).

Gosto muito de usar como referência a estilista de alta costura Coco Chanel, que por volta de 1907 inovou a moda ao trocar saias e vestidos pelas calças do próprio “namorido” (hoje em dia chamada de calça boyfriend, hehe) para apenas cavalgar com mais conforto. Nenhuma revolução tão grande na moda foi feita depois dela, pois, para a época, ousar na roupa de tal forma poderia até terminar na delegacia.
Com inspiração nas oportunidades igualitárias de gênero, vim compartilhar com você uma forma de continuarmos inovando. E porque não mantermos um pouco de Chanel em nosso armário? Liberando roupas de padrões como “masculino e feminino” e as colocando, quando possível, apropriadas para ambos os sexos.

Gravatas. Sempre amei gravatas. Acho chiques, estilosas, sexys e potencialmente versáteis. Porque eu disse isso?! Eu explico. Pense diferente, faça diferente, seja a diferença. Tente transmitir a mensagem de que hoje, no século XXI, já podemos ousar, brincar, nos montar e nos libertar.

IMG_20170315_135525_351

Usei uma gravata modelo slim, sem ponta e da minha cor favorita. Usei com uma blusa de loja masculina. Usei calça, antes julgada inapropriada para mulheres. Usei tudo isso defendendo a visão que nós mulheres, como Chanel e como a menina do livro, buscamos: mudança.

Beijo beijo e até a próxima 😉

Sobrepõe aqui e acolá 

A tendência do momento é lançar moda com o que você tem dentro do seu armário, e não necessariamente ir sempre ao shopping para renovar as peças. Além de não gastar dinheiro, você exercita sua criatividade e senso de estilo, e de quebra, acaba ganhando potencialmente um armário muito mais versátil!

Com base nisso, resolvi abrir meu acervo pessoal e mostrar para você 2 ideias de sobreposições de vestido que podem solucionar seus problemas. Que tal?

unnamed

1. Na primeira opção eu juntei o bom e velho pretinho básico com a boa e velha camiseta branca: é casamento na certa! Com esse look mais clean, você pode ousar nos acessórios em geral (por exemplo dando o lugar de destaque para algum sapato mais poderoso e um bracelete mais trabalhado).

unnamed (1)

2. Já na segunda opção, quis mostrar que aqui os vestidos estampados também têm a sua vez e que podem sim ganhar uma nova proposta! Joguei uma regata com leve textura por cima dele para disfarçar um pouco a estampa e finalizei com tênis branco e bolsa transpassada, dando assim, um ar mais esportivo (se sua proposta for noturna, basta colocar uma sandália preta de tiras bem finas para deixar tudo mais charmoso).

E aí, gostaram das dicas? Se você quiser mais assuntos sobre moda e afins, basta ficar ligada aqui no blog!

Beijo beijo e até a próxima ;*

Look do dia: priorizando o conforto

Estou apaixonada por shorts de tecido, larguinhos e estilo esportivo. Já tinha um estampado e minha mãe me deu um preto: já vai ser uma daquelas peças que um dia vão andar na minha frente.

Ontem eu fui fazer exame de e, como ia ficar mais um tempo na rua, montei um look confortável, mas com uma caprichada na camiseta e nos adereços.

20170214_204932

Pra começar, a casualidade do short é mantida com uma camiseta, mas, ao mesmo tempo, ela quebra o básico, por causa da estampa diferente e alguns paetês (que não são vistos na foto – my bad). Depois: brincos. Brincões! O que dizer deles? Eu nunca trocava meus brincos até um tempo atrás, mas agora estou viciada em brincos diferentes. Pra finalizar, coloquei uns anéis (outro vício) e relógio.

Nos pés, a minha Melissa queridinha que também não está na foto (my bad outra vez, mas você pode vê-la aqui).

Bom, é isso, um look confortável, mas sem perder o estilo!

Camiseta: Animale
Shorts: não sei a marca, mas comprei na Colab Store

Brincos: Sollas 
Anéis: também Colab
Relógio: comprado numa viagem